sábado, 12 de dezembro de 2015

Quijingue: Vereadores de Oposição travam o dinheiro dos Funcionários Municipais

Vereadores Washington Góis, Ivani, Zé Do pife, Clóvis, Expedito e Romerinho bloqueiam o Orçamento e travam o dinheiro dos Funcionários Municipais

Por Reginaldo Cavalcante

Em Maio de 2015 o Prefeito encaminhou O projeto de Lei onde pedia a suplementação orçamentária alertando os vereadores do problema, pois já previa que poderia causar isso. Simplesmente os vereadores da oposição rejeitaram o projeto votando contra.

É comum quando o orçamento é aprovado pela câmara que se aprove também o pedido de suplementação. Todos os prefeitos pedem 100% de suplementação. No caso da gestão do prefeito Almirinho, os vereadores liberaram apenas 20%. Hoje estamos vivendo esse caos, necessitando agora de pelo menos mais 20% para fechar as contas de 2015. Engraçado é que os mesmos vereadores que hoje rejeitam, aprovavam 100% nas gestões anteriores.

Todos os funcionários públicos de Quijingue: da educação, da saúde, serviços Gerais, etc, estão sem receber.

Para essa suplementação ser apresentada e aprovada na câmara necessita da assinatura de seis vereadores e depois o Presidente da Câmara coloca em votação.

Vão fazer três semanas que esse pedido de suplementação está protocolado na Câmara, aguardando todas as assinaturas. Até o momento, apenas 5 vereadores assinaram. Só é preciso a assinatura de mais um vereador para dar seguimento na câmara. Mas infelizmente os vereadores de oposição até o momento se recusam a assinar.

É importante que todos tenham a clareza de que os recursos já estão na conta da Prefeitura, mas se os Vereadores não autorizarem essa lei, o Prefeito fica impedido de pagar todos funcionários legalmente. Não havendo esse acordo a única opção é a justiça. Enquanto isso o povo que não tem nada a ver paga o preço por uma briga desnecessária.

O momento é de união, por isso convocamos o senhor Nininho Góis, que comanda a oposição em Quijingue, que também se manifeste pelos interesses do povo e convença sua base de Vereadores a acabar com o sofrimento dos servidores do município.

Precisamos nesse momento de menos picuinhas politicas e mais sensibilidade humana.

E fica lançado o desafio aos vereadores de oposição: aprovem o projeto, que no dia seguinte todos os salários serão pagos aos servidores. Se isso não ocorrer, aí sim a culpa é nossa.

Reginaldo Cavalcante Matos - PT - Líder do Prefeito Almirinho na Câmara


Nenhum comentário:

Postar um comentário