terça-feira, 10 de novembro de 2015

Cansanção – PF ocupa residência do prefeito e de secretários do seu governo

Ranulfo teve as contas de 2014 rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios na semana passada.


Quase 20 viaturas da Policia Federal – PF e da Controladoria Geral da União – CGU se encontram neste momento na cidade de Cansanção onde chegaram por volta das 06h desta terça-feira,10, e ocuparam a residência do prefeito municipal Ranulfo Gomes, e de alguns secretários.

Como o trabalho da Policia Federal é sempre muito sigiloso não há informações precisas do motivo da operação na cidade de Cansançao, entretanto o vereador da oposição Cirilo Damasceno garante que somente ele fez várias denuncias de irregularidades contra o gestor e acredita que pode ser resultado das denuncias.

Segundo o Jornal Band News, a PF está em Cansanção para cumprir 21 mandados de busca e apreensão, o gestor é acusado de desvio de recursos e lavagem de dinheiro e estima-se que o desvio chegue a R$ 40 milhões.

Ranulfo teve as contas de 2014 rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios na semana passada. Um dos motivos, a relatoria identificou que o gestor classificou indevidamente despesa com pessoal por contratações temporárias, no montante de R$1.223.878,24 e sem amparo na legislação orçamentária, como se fosse vencimentos e vantagens fixas.

F: Calila Notícias


A fraude investigada consistia em direcionar as licitações para as empresas controladas ou pertencentes ao prefeito municipal, em nome de “laranjas”, mediante restrição ao caráter competitivo de certame licitatórios, visando, com as contratações irregulares, o superfaturamento de preços, pagamento por serviços não realizados ou por produtos não fornecidos. Estima-se que estas empresas receberam mais de 20 milhões dos cofres da Prefeitura Municipal de Cansanção. As irregularidades envolviam empresas ligadas a locação de veículos, fornecimento de combustíveis e lubrificantes, material didático, artigos de papelaria, material de informática, provimento de acesso a internet, locação de máquinas pesadas e caminhões, terraplanagem e obras de construção civil, todas as firmas com sede no município de Cansanção. A operação conta 80 policiais federais e 13 servidores da Controladoria-Geral da União (CGU).

F: noticiasdesantaluz.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário