quarta-feira, 20 de maio de 2015

QUIJINGUE SERÁ CONTEMPLADO COM O PROGRAMA ÁGUA DOCE

Visita de campo às comunidades de Monte Alegre e Minduim – em Jeremoabo e Santa Brígida
O Programa Água Doce (PAD) é uma ação do Governo Federal coordenada pelo Ministério do Meio Ambiente, por meio da Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano que em parceria com instituições federais, estaduais, municipais e da sociedade civil, que tem como objetivo democratizar o acesso à água de boa qualidade para consumo humano.

O programa atua na região do semiárido brasileiro, em comunidades que sofrem com elevados déficits hídricos, aproveitando as águas subterrâneas com elevado teor de sal, recuperando e instalando equipamentos de dessalinização em poços tubulares, com uma destinação ambientalmente adequada do concentrado resultante do processo, através da construção de tanques impermeáveis, mitigando o impacto que o concentrado causaria ao meio ambiente, se lançado de forma incorreta no solo.

Em alguns sistemas de dessalinização, o concentrado (efluente do processo de dessalinização) pode servir para a produção de peixes pelas comunidades beneficiadas com o Programa. 

Os trabalhos do Programa Água Doce (PAD) na Bahia foram iniciados no dia 10 de Março na cidade de Paulo Afonso, Jeremoabo e Santa Brígida. O secretário de Agricultura, Recursos Hídricos e Meio Ambiente, José Raimundo, e o agrônomo Rômulo Ribeiro campos, técnico da mesma secretaria, estiveram presentes durante os quatro dias do evento que marcou o início dos trabalhos de implantação do Programa na Bahia. Técnicos da equipe nacional do Programa também estiveram em Paulo Afonso (BA) para capacitar servidores do núcleo estadual, consultores e os responsáveis das empresas contratadas, pela execução das atividades. 

De 30 comunidades que possuem poços artesianos com elevado teor de sal, identificados no município de Quijingue, 21 foram selecionadas para ser analisada a viabilidade de implantação do Programa Água Doce. Destes, 04 foram escolhidos e já receberam visita dos técnicos da SEMA – Secretaria Estadual do Meio Ambiente. São eles: Poço do Cavalo, Lagoa da Barra, Boa Vista do Zezé e jurema.

O prefeito Almirinho destacou a importância de mais um programa que será implantado no município em parceria com os governos federal, estadual e municipal, que tem como premissa resolver o problema de abastecimento de água no semiárido baiano: “O Programa Água Doce é uma forma de gerar água potável, aumentar a segurança alimentar com a produção de tilápia e o aumento de renda com a engorda de bovinos e caprinos que serão alimentados com a forragem erva-sal – planta típica da Austrália introduzida no processo de dessalinização da água e preservação do solo. Não medirei esforços para que o Programa dê certo em nosso município como vem acontecendo em Jeremoabo e santa Brígida”, disse Almirinho. 

F: Seagri/Quijingue

Nenhum comentário:

Postar um comentário