terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Adeus ao eterno Padre França

Adeus ao eterno Padre França
É com profundo sentimento de pesar que informamos e lamentamos o falecimento do Sr. Francisco Gonçalves de Souza, aos 60 anos, ocorrido na madrugada desta segunda-feira, 16 de fevereiro, na cidade de Taubaté-SP.
Francisco Gonçalves de Souza (Padre França), nasceu em Missão Velha –Ceará, no dia 8 de maio de 1954. Estudou as séries inicias em sua terra, mas concluiu o ensino médio em Tucano-Ba, onde ingressou na vida Religiosa. Formou-se em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Belo Horizonte - MG, e Cursou Teologia em Santa Maria no Rio Grande do Sul.
Padre França foi vigário Paroquial na Paróquia de Sant’Ana em Tucano de 1978 a 1982. Em março de 82 toma posse da Paróquia de São João Batista e assume a Direção do Centro Educacional e Assistencial Quijinguense (CEAQ), na cidade de Quijingue, onde permaneceu por dez anos. Em 1992 foi transferido para a cidade de Rio de Contas-BA e lá tornou-se Pároco e também diretor do colégio CIRCEA (Centro Integrado Riocontense de Educação e Assistencial), pertencente à sua Congregação Sociedade Joseleitos de Cristo. Em 1994 França retorna à Quijingue e assume novamente a paróquia e a direção do CEAQ.
Padre, Professor, Escritor, Cantor, compositor e entusiasta dos jovens, padre França criou movimentos religiosos e culturais marcantes em Quijingue, a exemplo da JornaJovem (Jornada Jovem) criada em 1983, que reunia centenas de jovens de diversas cidades baianas promovendo um grande intercâmbio cultural. Em 1986, França criou a Semanas Estudantil com a Banda Marcial do CEAQ, evento que era realizado anualmente, sempre na primeira semana do mês de setembro, e unia esporte, educação e cultura. As semanas estudantis atraíam visitantes de toda região e foram adotados por diversas cidades.
França também foi o responsável pela Fundação do Colégio Sagrado Coração (CESC) nos anos 80 em Algodões e construiu também o Teatro Luar do Sertão em Quijingue. O CEAQ e o CESC são considerados por muitas gerações de quijinguenses como as mais importantes referências educacionais e culturais que já existiu no município.
Quijinguense de coração, Padre França foi homenageado com o título de cidadão quijinguense em 1997 pela câmara municipal de Quijingue, um reconhecimento pelos anos dedicados à cultura e educação do município.
Obrigado a se afastar dos trabalhos para cuidar da saúde, Pe. França morou em Caldas do Jorro e posteriormente foi viver em São Paulo, onde, além da saúde, se dedicou, até os últimos dias de vida, à evangelização com sua fé e sua arte, escrevendo livros e gravando discos autorais de canções religiosas. Mesmo distante, não esquecia a cidade que lhe acolhera como um filho, mantendo contato permanente com os amigos deixados em Quijingue.
Padre França faria 61 anos em maio deste ano. Seu corpo será velado na madrugada desta terça-feira (17) em Quijingue. As 7h da manhã o cortejo segue para tucano onde também ocorrerá o seu sepultamento às 16h. A Prefeitura de Quijingue disponibilizará transporte aos populares que quiserem acompanhar o cortejo para o sepultamento em Tucano.
Neste momento de dor pedimos a Deus que possa conformar os familiares e amigos por tamanha perda, ao mesmo tempo em que todos nós que fazemos a Administração Municipal de Quijingue prestamos nossa sincera solidariedade à família enlutada.
A prefeitura Municipal de Quijingue decretou Luto Oficial por três dias.
Quijingue-BA, 16 de fevereiro de 2015.
via Decom

Nenhum comentário:

Postar um comentário