sexta-feira, 20 de julho de 2012

Quijingue: Estudantes do CEDLEM elegem novo grêmio estudantil

Mais de 400 estudantes foram às urnas eleger seus novos representantes. 

Os estudantes do Colégio Estadual Dep. Luis Eduardo Magalhães (CEDLEM) de Quijingue, já possuem novos representantes. Em eleições realizadas no último dia 13, os estudantes do CEDLEM elegeram o novo grêmio estudantil em uma disputa bastante acirrada. Três chapas disputaram as eleições: Chapa 01 - Conexão, Chapa 02 - Os Apimentados Malaguetas e Chapa 03 – PDE, Partido Democrata aos Estudantes. Vitória da Chapa 01 - Conexão, cuja presidente é a estudante Fabiana dos Reis Pereira. Foram 207 votos, contra 114 da chapa 02 e 82 votos da chapa 03. Brancos e nulos somaram 7, num total de 418 votantes. 

O diretor da escola, professor Júnior parabenizou a participação dos estudantes e comentou sobre a importância dos grêmios estudantis: “um Grêmio Estudantil pode fazer muitas coisas, desde organizar eventos nos finais de semana até exigir melhorias na qualidade do ensino. Ele tem o potencial de integrar mais os alunos entre si, com toda a escola e com a comunidade. Por fim, parabenizo a jovem Fabiana dos Reis Pereira, eleita Presidente com sua chapa Conexão e a todos os Estudantes do CEDLEM pelo exercício contínuo nas lutas por direitos, por mais democracia e liberdade de expressão e melhor qualidade na educação, nos transportes escolares, nas merendas, etc. Abraço a todos”.

2 comentários:

  1. Caros Conterrâneos,
    A primeira vez que estive em Quijingue para participar de algo relacionado à política, foi na posse do Sr.Felisberto em janeiro de 1983.
    Desde aquela época já existia a promessa da água chegar até o povoado de Poço Dantas, mas, só promessa. A cada eleição a promessa era renovada e o povo sempre na esperança do sofrimento acabar.
    Após Felisberto, outros passaram e nada foi feito em prol dos meus parentes residentes naquele povoado. Gente sofrida, mas aguerrida.
    A ÁGUA CHEGOU a POÇO DANTAS? CHEGOU! E graças a quem? A esse jovem que os oposicionistas chamam de FORASTEIRO. Um FORASTEIRO com VISÃO, diga-se de passagem, porque os que por lá passaram todos esses anos, não tiveram a mesma visão e audácia de ALMIRINHO.
    O Sr. Joaquim Manoel dos Santos (atual prefeito da cidade) para quem não sabe, não é baiano, nasceu na cidade de Francisco dos Santos no Piauí, um dos estados do nordeste mais castigados pela seca.
    Nem tendo todo esse conhecimento, se prontificou a fazer uma gestão pensando em levar às casas do nosso povo a maior fonte de sobrevivência do ser humano "a ÀGUA”.
    Vale lembrar que Juracy Magalhães, (nascido em Fortaleza) Luís Viana Filho (nascido em Paris) Jaques Wagner (nascido no Rio de Janeiro) estão na lista de políticos que governaram (e ainda governam nosso estado como é o caso do atual governador) e não são baianos.
    Precisamos remover essas porteiras conservadoras e inúteis que teimam em manter nossa gente trancafiada e mergulhada em promessas fantasmagóricas que só levam nossa terra ao mais sombrio dos abismos.
    CHEGA! Precisamos mudar. Precisamos em Quijingue de um gestor de pulso firme, que se preocupe com a carência dos nossos irmãos e que muito possa fazer por eles. Mesmo que ele seja um FORASTEIRO como dizem, se os filhos da terra que por lá passaram nada fizeram, essa é a hora de darmos a chance a alguém que pelo menos amenizou o sofrimento do nosso povo levando a eles o direito de vê sair das torneiras de suas casas o bem maior da vida "A ÁGUA".
    Que esse bem seja estendido a outras localidades que sofrem com a falta dela.
    Que em outubro possamos ter nas urnas um resultado positivo para que o progresso possa ser a rótulo das próximas campanhas do PT em nossa região. Abraços a todos e RUMO A VITÓRIA COM ALMIRINHO.
    Att, Nelsimara Pimentel de Andrade

    ResponderExcluir
  2. NElsimara que belo comentario,que a mais pura verdade.com certeza quijingue vai eleger esse jovem corajoso , e que tem cheiro de povo .

    ResponderExcluir